OUTUBRO – NOVEMBRO – DEZEMBRO

Eixo 1

Dinamização de ações de divulgação sobre medidas para a criação de autoemprego
 
Dinamização de workshops de empreendedorismo, inovação e criação do próprio emprego
 
Realização de feiras de produtos tradicionais e regionais
 
Realização de ações de sensibilização para a população desempregada sobre empreendedorismo
 
 Dinamização de ações de informação sobre atitudes, estratégias e técnicas de procura ativa de emprego (elaboração de currículo, preparação para entrevistas e empreendedorismo)
 
Acompanhamento e orientação de alunos que terminem o ensino através do encaminhamento para formação profissional e/ou mercado de trabalho
 
Obtenção de medidas de emprego e de ofertas de trabalho e respetiva divulgação das mesmas
 
Promoção e divulgação do site do CLDS 3G
 
Apoio na elaboração de candidaturas para atividades socialmente úteis (ASU) e trabalho socialmente necessário (CEI)
 

Criação de uma Base de Dados de Desempregados

 
Divulgação e sensibilização de medidas de apoio à formação, emprego e contratação, em parceria com o IEFP e o GIP
 
Levantamento das necessidades de valorização formativa, em parceria com o IEFP e o GIP
 
 Divulgação dos apoios existentes para a criação de empresas e negócios, em parceria com o IEFP, AIRV e GIP

 

Eixo 2

Realização de um programa de promoção de vida saudável
 
Realização de ações de sensibilização no âmbito da prevenção do consumo de substâncias, em parceria com a Rede Social
 
Criação e dinamização de grupos de voluntariado
 
Apoio a famílias que necessitem de medidas de proteção dos seus direitos em consequência de situações de desequilíbrios económicos, através de articulação com instituições com responsabilidades na área para a procura de soluções

 

Eixo 3

Realização de ações de sensibilização no âmbito da gestão de conflitos
 
 Realização de workshops de esclarecimento e capacitação de dirigentes associativos
 
 Criação de um banco de ajudas técnicas, em parceria com a Rede Social
 
 Realização de ações de formação para os parceiros que constituem a Rede Social no sentido de alertar para as fragilidades da população que vive em condições de isolamento e exclusão
 
Apoio técnico e acompanhamento na criação e revitalização de Associações
 
Disponibilização de espaços para promoção e apoio às atividades (recreativas, culturais, sociais e desportivas), com recursos a edifícios já existentes
 
Divulgação das atividades realizadas pelas diferentes associações e comunidades locais
 
Articulação com as juntas de freguesia para dar resposta aos pedidos provenientes dos utentes